Máquina "Entra X... sai Y"

Este exercício de cálculo mental serve para consolidar 2 aprendizagens: tabuada de multiplicar por quatro (x4) e estratégia para subtrair nove (-9), fazendo -10 e compensando um (+1).

O João... e o dragão - POESIA para completar

Poesia para completar. Clica AQUI.

Textos reconstruídos

A Joana e o hamster (Inês)

A Joana estava a fazer o pequeno-almoço e ouviu um chiu-chiu na sala. Foi ver o que era esse chio e reparou que era de uma pequena hamster.
A Joana depressa fez amizade com a nova amiga.
e foram amigas para sempre.





Encontro com um gato (Gonçalo Leal)

Certo dia, à hora de ir para a cama, ouvi um barulho. O barulho vinha da cozinha. Eu pensei que era um ladrão. Levantei-me e fui espreitar, em bico de pés. Quando cheguei à cozinha, acendi a luz, mas não vi nada. Foi então que ouvi miar. Olhei para baixo da mesa e encontrei um gato. Fui logo dizer à minha mãe e perguntei-lhe se podíamos ficar com ele. A minha mãe concordou e foi assim que eu fiz uma nova amizade.
Desde esse dia, eu cuido do gatinho.


Eu e a Becas (Gabriela)

Um dia, à hora de acordar, encontrei a Becas e fomos à praia. Eu brinquei com ela e jogámos às raquetes, Almoçámos e lanchámos na praia. Depois de fazermos a digestão, fomos para a água.
À hora de ir para a cama, ouvimos um ruído. Levantámo-nos e abrimos o guarda-roupa. Oh, que surpresa! Encontrámos três gatinhos bebés.
A partir desse dia, ficámos com os gatinhos e cuidámos sempre deles com carinho.


A criatura estranha (Sara)

Um dia, à hora de deitar, eu ouvi um barulho. O barulho vinha do armário. Aproximei-me e tive uma grande surpresa: estava lá uma criatura muito estranha, com um corpo pequeno e uma cabeça grande. A criatura era muito alta. Resolvi falar com ela, mas ela não falava. Então fiz gestos e ela já percebeu. Eu pedi-lhe por gestos se ela queria ser minha amiga. Ela respondeu que sim e fomos brincar juntas.


Eu e as criaturas (Leonor)

Num dia de chuva, eu e a minha amiga Gabriela ficámos em casa. Eu fui buscar um livro e li-o à hora de jantar. O jantar foi massa com carne. Depois fomos para a cama. Nesse momento, ouvimos um barulho. Eu olhei para debaixo da cama e vi dois lindos gatos, um branco e preto e outro cinzento e branco. Os gatos eram muito pequeninos. Dei-lhes comida e muitos mimos. Fomos dormir e, logo de seguida, ouvimos outro barulho, vindo do armário. Levantei-me e vi dois cães, um adulto e um bebé.
No dia seguinte, de manhã, a minha mãe chamou-me para ver o que estava na banheira. Lá estava um peixe. Logo de seguida, a Gabi ouviu outro ruído e eram dois pássaros que estavam no sótão.
Fiquei muito feliz por poder cuidar de todos os animais. Um dia. vou ser veterinária.


No dia de Natal (Gonçalo Vilela)

Há muito tempo, na noite de Natal, eu ouvi uns sinos. Olhei pela janela e vi um trenó. Passado algum tempo, o Pai Natal entrou pela chaminé de uma casa do outro lado da minha rua. Entretanto, eu fui dormir.
No dia seguinte, vi que junto à minha árvore de Natal havia muitos presentes para toda a família. Nesse dia, voltei a ver o Pai Natal. O que estaria ele a fazer? Reparei que estava a arrumar as prendas, para continuar a sua viagem por todas as casas do mundo.
Nessa noite, todas as crianças ficaram felizes.

Tratamento de dados

Leitura de gráficos (Tratamento de dados)  
No dia 28/09, os alunos disseram aos colegas como vinham para a escola. Elaborámos um gráfico de barras horizontais. Para conheceres melhor os resultados, CLICA AQUI (depois de abrir, clica F5)

Se quiseres saber mais e jogar com gráficos, clica AQUI.

Sombras... na sala de aula

A que sabe a Lua? Conto integrador

A que sabe a Lua? Conto para ouvires.

Um arco-íris no teto da sala

Fizemos a luz solar atravessar um recipiente com água (um pequeno aquário da escola), onde estava um espelho, que refletiu os raios de luz. Formou-se, então, um arco-íris no teto da sala.

Contagem de 4 em 4

O Bruno trouxe 4 pilhas para a escola. Aproveitámos para rever a contagem de 4 em 4. Agora, vamos utilizar muitos grupos de 4 pilhas para aprender a multiplicar por 4. Assim, a primeira tabuada de multiplicar vai ser a do 4. IMPORTANTE: Saber contar de 4 em 4 até ... (100 ou mais).

Na 1.a semana de aulas, lemos e divertimo-nos com a obra «A que sabe a Lua?». A Mariana fez um livro em casa e o Gonçalo Leal trouxe cerca de 30 imagens para ordenar. Projetámos animais no quadro, para serem desenhados. Reparámos em pormenores importantes: o tamanho, a proporção e a posição das partes (caudas, patas, focinhos...). Fizemos uma ficha de leitura, com tabela de dupla entrada e ordenação de acontecimentos. Mais informação AQUI.
Atividades científicas: A luz (disco de Newton)

A partir do conto «A que sabe a Lua?», realizámos diversas atividades experimentais com luz e sombra. Iluminámos a sala com a esfera de espelhos, a qual refletia a luz potente de um holofote.
Respondemos a várias questões-problema, referentes a objetos TRANSPARENTES  e OPACOS.
Muitos alunos trouxeram lanternas, equipamento experimental, pilhas, iluminação de discoteca, etc..  Mais informação AQUI.
Professor diz-me porquê?

Por que roda o meu pião?

Ele não tem roda

e roda, gira, rodopia

e cai morto no chão…



Tenho sete anos, professor

e há tanto mistério à minha roda

que eu queria desvendar

Por que é que o carro é azul?

Por que é que marulha o mar?

Porquê?

Tantos porquês

eu quero saber!

Receção aos alunos do 1.º ano


Os alunos do 1.º ano estiveram na biblioteca da escola, para assistir à dramatização do conto «O lobo culto». As personagens principais foram animadas pelos professores e pela aluna Ju.